Franquias e pagamentos: porque a padronização é a chave

A indústria de serviços rápidos (Quick Services Restaurants) vem enfrentando constantes desafios por meio da inovação e adoção digital. O que eram tendências ou movimentos tecnológicos antes da pandemia, se tornaram uma necessidade desde então, pois as empresas no mundo das franquias buscam otimizar seus sistemas para aumentar seus lucros.

Hoje em dia, para acompanhar os concorrentes, os franqueadores adotam a infraestrutura de pagamentos mais recente. A padronização dos pagamentos é um fato importante, e será explorada nesse artigo.

 

Padronização no setor de franquias

Possuir uma solução de pagamentos padronizada é importante para que os franqueados construam uma boa reputação com seus clientes, já que isto permite que o consumidor desfrute de uma experiência de pagamentos sem problemas e ininterrupta.

A implementação de recursos de pagamentos multicanais constitui um ponto fundamental na padronização de soluções. Isso permite que o cliente escolha entre os diversos dispositivos que vão desde recursos online, como smartphone, notebook ou tablet, até mesmo fazer vários estágios de um pedido de comida antes de finalizá-lo. Um cliente pode iniciar um pedido em um notebook antes de sair para o restaurante, e completá-lo em um smartphone ao chegar no destino.

Isso significa que a experiência do cliente é utilizada como uma prioridade para as empresas e, durante uma pandemia na qual a população esteve mais cautelosa e receosa de ter contato com outra pessoa, os serviços online diminuem a probabilidade de transmissão do vírus nos pontos de contato. Os franqueados precisam se adaptar a essas novas demandas dos clientes e continuar permitindo transações sem contato utilizando soluções de pagamento, como Apple Pay e Google Pay.

 

Escanear e Pagar

Escanear e Pagar é uma tecnologia alternativa de pagamentos  que deve ser analisada pelos franqueados como uma opção para impulsionar as receitas. Em vez de ter que pedir pessoalmente no caixa ou na mesa, que algumas vezes significa aguardar em uma fila, o cliente pode simplesmente escanear um QR Code e receber um cardápio de comidas e bebidas.

Mais uma vez, durante uma pandemia, isso minimiza pontos de contato, mas também libera o tempo da equipe para que eles concentrem sua atenção sobre outros aspectos do local de trabalho, Garantindo a melhor experiência ao cliente.

 

Solução de pagamentos da Worldline

Todos os exemplos acima exigem soluções de pagamento abrangentes, pois muitos franqueados buscam centralizar seu produto. Ao centralizar as soluções, você terá uma visão global de uma transação, permitindo que você entenda o que está funcionando, o que não está e, o que pode ser modificado, tanto para atendimento em loja física quanto online. Isto permite que os franqueados se aprofundem no lado analítico do negócio e avaliem, com base em dados, como a receita pode ser aumentada.

A  solução de pagamentos precisa ser da mais alta qualidade para que isso ocorra e para que o franqueado desfrute de um melhor preço por transação, obtendo pagamentos mais rápidos.

Sob uma perspectiva transnacional, a solução de pagamentos deve fornecer aos franqueados um portal de acesso interno no idioma do país no qual a franquia deseja entrar. A Conversão Dinâmica de Moeda (DCC) permite aos clientes entrar um restaurante de serviço rápido no exterior e conhecer o preço sendo pago por um produto na moeda de seu país de residência.

Sem dúvida, as nova tecnologias de pagamento estão sendo cada vez mais utilizadas pelas empresas para otimização  de seus processos e redução de custos, pois as restrições desencorajam os consumidores a realizarem uma compra ou fecharem um negócio por exemplo.

A Worldline, oferece aos franqueados soluções de pagamento abrangentes, com a mais alta qualidade que eles necessitam. Como parte integrante dessas soluções temos a característica multicanais, porém, o mais importante é que a solução de pagamento funcione, na qual os franqueados podem confiar para sustentar o crescimento. Podemos ir mais além agora e garantir que os franqueados podem analisar com precisão seu desempenho e os hábitos dos seus clientes para proporcionar a eles a melhor experiência possível.

Lee Jones

Sobre o autor

Conecte-se com Lee Jones no Linkedin.

Lee Jones é Diretor-Gerente no Norte da Europa da Worldline e, juntamente com sua equipe, detém um registro histórico sem paralelos de auxílio às organizações no fornecimento de uma experiência de pagamento confiável, segura e sem complicações.

Liderar a Worldline em novos mercados, onde a introdução de pagamentos sem dinheiro está começando a emergir, e apoiar os clientes existentes em sua ambição de atender e exceder as expectativas dos compradores, são grandes interesses de Lee, que tem orgulho da confiança depositada na Worldline e em sua equipe pelos clientes. A capacidade de ajudar as organizações a reduzirem custo, complexidade e o ônus de PCI, garantindo sua receita e permitindo que elas aumentem as pontuações de satisfação dos clientes formam o cerne da estratégia da Worldline.

Sobre a Worldline

A Worldline [Euronext: WLN] é líder europeia no setor de pagamentos e serviços transacionais sendo a 4ª colocada no ranking de maiores players em todo o mundo. Graças ao seu alcance global e seu compromisso com a inovação, a Worldline é a parceira de tecnologia preferida por comerciantes, bancos e adquirentes, bem como por operadores de transporte público, agências governamentais e diversos outros setores da indústria. Com mais de 20.000 funcionários em mais de 50 países, a Worldline oferece aos seus clientes soluções sustentáveis, confiáveis e seguras em toda o ecossistema do processo de pagamentos, promovendo crescimento de seus negócios onde quer que estejam. A Worldline atua nas áreas de Serviços Comerciais, Terminais, Soluções e Serviços, Serviços Financeiros, Serviços de Mobilidade e e-Transacionais, incluindo aquisições comerciais locais e internacionais, tanto em lojas quanto on-line, garantindo transações de pagamento altamente seguras, com amplo portfólio de terminais de pagamento, bem como e-ticketing e serviços digitais em ambiente industrial. Em 2020, a Worldline gerou uma receita de 4,8 bilhões de euros. Saiba mais em worldline.com

worldline